DESAFIO DO ESCRITOR – Poema da colega Maira Beatriz Silva Weirich

Publicado em: 23/07/2020


Imagem destacada

No início dessa semana lançamos o Desafio do Escritor para instigar o envio de textos feitos por colegas que tem como hobby a escrita. A campanha tem como objetivo homenagear o Dia do Escritor que é comemorado no próximo sábado, dia 25 de julho.

A colega Maira, de Passo Fundo, enviou para nós um poema escrito por ela, que faz parte de um grupo de apreciadores da literatura. Bacana, né? Confira abaixo o poema enviado:

Viver plenamente é apenas viver. 
Viver somente,
Sem fazer planos de envelhecer,
Ou ter a ambição de parecer diferente.

Viver plenamente é aceitar a surpresa,
Tirada diariamente da “Caixa de Pandora”;
É comer logo a sobremesa;
É a atenção plena focada no agora. 

O amanhã é uma invenção do capitalismo, 
Para sonhos nos vender.
A linha de chegada é um enganoso abismo
E só o que nos faz sentido, faz crescer. 

Se quisermos com plenitude estar,
Na paz, simplicidade, tolerância e franqueza,
Então não devemos coisas amontoar. 
Nossas crenças e valores são a nossa riqueza. 

Viver de forma plena é não “ter que”. 
Ser bom, flexível, aprendiz e realista é boa opção!
Sair da zona de conforto, aconselho a você!
E abraçar a vulnerabilidade humana de coração. 

Viva plenamente, tendo um pouco de risco e de aventura,
Assim como de riso, exercício e coragem, isso é essencial!
Não pode faltar, para a vida não virar loucura… 
E para se ter saúde física e mental. 

Vida plena é viver sem medo.
Ninguém tem o direito de nos oprimir. 
Compartilhar a vida de forma leve é o segredo.
Cada um sabe como agir, e o que sentir.

Viva plenamente, com muito amor. 
Sentimento absoluto que nos mobiliza. 
Siga em frente, apenas de eventual dor,
Com muita fé, é tudo que a gente precisa. 

Maira Beatriz Silva Weirich

Fotos