Granpal defende retirada de urgência da regionalização do saneamento na Assembleia

Publicado em: 20/08/2021

Na última quinta-feira (19), a Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (Granpal) defendeu em reunião a retirada do pedido de urgência feito pelo governo do Estado para a regionalização do saneamento. Para os prefeitos que participaram do encontro realizado em Cachoeirinha, é preciso aprofundar a discussão, principalmente na parte que faz referência à divisão das bacias.

Como está, não leva em conta a viabilidade de cada região. Não resolve o problema do Rio Grande do Sul, já que trata apenas de água e esgoto – e saneamento inclui resíduo e drenagem”, argumentou o prefeito de Esteio e presidente do Consórcio Público de Saneamento Básico da Bacia Hidrográfica do Rio dos Sinos, Leonardo Pascoal (PP).

A pressa em aprovar o modelo apresentado, que não cumpre o Marco Legal do Saneamento, desconsidera questões de resíduos sólidos e manejo de águas pluviais, que também são obrigações da política de saneamento do Rio Grande do Sul. O atropelamento do processo é explicado pela intenção de privatização da Corsan, mais uma manobra para entregar os serviços de água e esgoto do Estado em mãos irresponsáveis e sem compromisso com a população.

Leia mais no link: https://bit.ly/3z4DpYo

Foto: Correio do Povo